Menu


VITÓRIA 87FM

Homem é preso dentro de ônibus suspeito de tentar beijar passageira à força, em Formosa...

06 JUL 2021
06 de Julho de 2021
Mulher ligou para denunciar o caso durante a viagem. Segundo a polícia, quando a equipe deu voz de prisão, investigado falou que estava passando mal e chegou a fingir um desmaio.Um homem de 34 anos foi preso suspeito de tentar beijar uma passageira à força dentro de um ônibus na BR-153 a caminho de Formosa, no Entorno do Distrito Federal. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ao receber a voz de prisão, o investigado falou que estava passando mal e chegou a fingir um desmaio.

O G1 não conseguiu localizar a defesa do suspeito, já que o nome dele não foi divulgado pela corporação.

A prisão em flagrante aconteceu na manhã da última segunda-feira (5). Segundo a PRF, a mulher ligou chorando para a central de comando e controle da corporação informando que havia sido agarrada à força dentro do veículo. O ônibus, que fazia o caminho de Brasília a Formosa, foi parado por uma viatura.

A mulher contou à Polícia Civil que embarcou na rodoviária do Plano Piloto, em Brasília. Dentro do veículo, o homem sentou ao lado dela, apesar de haver outros assentos disponíveis. Segundo a vítima, ele começou a puxar conversa, questionando se ela tinha um namorado e como era a noite em Formosa.

Em seguida, de acordo com a mulher, o suspeito passou a mão nela, retirou a máscara e, segurando pelo pescoço, tentou beijá-la à força. Para escapar, ela procurou se defender dando um chute na canela do suspeito. Após o incidente, acionou a PRF.


“A vítima se apresentou muito constrangida e abalada na delegacia. Ela informou que havia se sentado nos fundos, pois pretendia ficar mais à vontade para lanchar, mexer no celular, quando o autor veio e se sentou ao lado dela”, informou a delegada Fernanda Lima.
A ação foi enquadrada como crime de importunação sexual, que prevê de 1 a 5 anos de prisão. “Durante o interrogatório, ele ficou em silêncio e não se pronunciou. Agora, ele está preso e foi conduzido a uma casa de prisão provisória”, informou a delegada.

A delegada Fernanda Lima orientou que a vítima sempre deve acionar a polícia para evitar que os criminosos cometam novos abusos.

“A nossa orientação é que as vítimas procurem a delegacia de polícia mais próxima e façam as denúncias destes crimes, se os crimes acabaram de acontecer ou já aconteceram, para que sejam feitas as investigações policiais e, se for o caso, para que esses criminosos sejam levados à cadeia”.
Por Gabriella Reis, G1 GO







...
Voltar


Tenha também o seu site. É grátis!