Menu


VITÓRIA 87FM

Homem é suspeito de matar a companheira e jogar corpo em fossa, em Goiânia...

07 JUN 2021
07 de Junho de 2021
Eliene Alves da Silva Dourado, de 45 anos, foi encontrada enrolada em um lençol e com ao menos três perfurações pelo corpo. Testemunha relatou à polícia que casal tinha relacionamento conturbado.
Por Millena Barbosa, G1 GOUm homem, que não teve a identidade divulgada, é suspeito de matar a companheira e jogá-la dentro de uma fossa, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, a vítima, identificada como Eliene Alves da Silva Dourado, de 45 anos, foi encontrada enrolada em um lençol com ao menos três perfurações pelo corpo.

O nome do investigado não foi divulgado pela polícia e, até a tarde desta segunda-feira (7), ele não havia sido preso. Portanto, o G1 não conseguiu localizar a defesa dele para que pudesse se posicionar sobre as acusações.

O corpo de Eliene foi encontrado no último domingo (6), depois que familiares foram até a casa dela, no Setor Village Santa Rita, em busca de informações do seu paradeiro e a encontraram dentro da fossa da residência. Conforme o relato dos policiais no boletim de ocorrência, uma das testemunhas informou que a vítima não dava notícias há um dia.

Essa mesma testemunha disse aos policiais que o casal tinha um relacionamento conturbado, sendo que a última briga havia acontecido há uma semana, ocasião que os dois trocaram agressões físicas. A pessoa informou ainda que Eliene já tinha sido agredida outras vezes pelo o companheiro.

Conforme a Polícia Militar, na casa não foi encontrado nenhum vestígio de luta corporal. No boletim de ocorrência não menciona onde a vítima foi perfurada e nem qual objeto foi usado para causar as perfurações. O G1 solicitou essas informações a Polícia Técnico Científica, na tarde desta segunda-feira, e aguarda retorno.


Após acionarem a Polícia Civil e a Polícia Técnico Científica, policiais militares foram até dois endereços onde possivelmente o suspeito morava, um em Goiânia e outro em Senador Canedo, na Região Metropolitana da capital, mas não o encontraram.

OO corpo de Eliene precisou ser retirado da fossa pelo Corpo de Bombeiros e, em seguida, foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia.Por Millena Barbosa, G1 GO......
Voltar


Tenha também o seu site. É grátis!