Menu


VITÓRIA 87FM

Serralheiro matou idosa batendo a cabeça dela contra o chão para roubar R$ 200, diz delegado...

08 FEV 2021
08 de Fevereiro de 2021
Vídeo registra quando criminoso entra na casa da idosa, em Goiânia. Segundo a polícia, investigado havia prestado serviços para a vítima duas semanas antes do crime e, por isso, ela o deixou entrar.A Polícia Civil concluiu que o serralheiro Bruno Fernandes dos Santos, de 26 anos, matou a idosa Dalva Borges da Cunha, de 81 anos, batendo a cabeça dela contra o chão da casa onde ela morava, em Goiânia. Segundo a corporação, o investigado conhecia a vítima e praticou o crime para roubar R$ 200, usados posteriormente para comprar drogas.

O G1 não conseguiu contato com a defesa do investigado até a última atualização desta reportagem.

A idosa foi encontrada morta na cozinha de casa, no setor Jardim América, na última terça-feira (2). Imagens de câmeras de monitoramento registraram quando o criminoso entrou na residência e, seis minutos depois, deixou o local (vídeo acima).

Bruno foi detido em São Luís de Montes Belos, no oeste de Goiás, na última sexta-feira (5). De acordo com o delegado Fabrício Pereira, o serralheiro confessou o crime, mas afirmou em depoimento que apenas empurrou a idosa para se desvencilhar dela, alegação que foi descartada pelo investigador.

"O laudo cadavérico ainda não foi concluído, mas as lesões verificadas no local do crime possibilitam concluir que o autor utilizou as próprias mãos para atacar a vítima, batendo sua cabeça contra o piso. A versão de que ele apenas empurrou a vítima não é compatível com o que apuramos", disse.

Investigação
O corpo foi encontrado no dia seguinte ao crime, pela filha da idosa. Na ocasião, a parente também informou aos policiais que a mãe tinha dinheiro na carteira, que havia sumido.

A polícia concluiu que o homem premeditou o crime, pois as filmagens mostram, segundo a corporação, que ele esperou um entregador de comida, que estava na porta de outra casa, ir embora para ir à residência da idosa.

Segundo o delegado, ele havia prestado serviços para a moradora alguns dias antes do crime. Por isso, a vítima autorizou a entrada dele no imóvel.

"O autor prestou serviço de serralheria para ela cerca de duas semanas antes do crime. Durante a prestação de serviço, ele verificou a situação de vulnerabilidade da vítima, aproveitou disso e voltou alguns dias depois falando que precisava medir uma grade, entrou na casa e praticou o crime", afirmou o delegado.
Após ser interrogado, o suspeito foi encaminhado ao Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia (CPP). Ele deve responder por latrocínio, que é o roubo seguido de morte. O investigado também foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, já que, segundo o delegado, com ele foram encontradas drogas e uma balança de precisão no momento da prisão.
Por Millena Barbosa, G1 GO
          RádioVitória#radiovitoriafm#radioemaparecida#radiogoiania#radionotiacias#radiodeaparecidadegoiania#adilsonpereira
#coronavirusgoias
#esportegoias
#musicasertaneja
#fiqueemcasa                                 #policiacivil
#policiamilitar
#prefeituradeaparecidadegoiania 
#prefeituradeaparecida               ...
Voltar


Tenha também o seu site. É grátis!