Menu


VITÓRIA 87FM

Caiado diz que vai pedir a prefeitos que apoiem fechamento do comércio para evitar avanço do coronavírus em Goiás...

25 JUN 2020
25 de Junho de 2020
Governador falou durante evento que os resultados das primeiras restrições foram positivos e que é necessário equilibrar 'o número de casos com a capacidade de atendimento' da rede pública de saúde. Estado já tem mais de 18 mil infectados.O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), quer que prefeitos das cidades goianas apoiem o fechamento de atividades não essenciais para conter o avanço da Covid-19 no estado. Durante um evento em Anápolis na manhã desta quinta-feira (25), ele disse que espera a colaboração dos gestores municipais para continuar no combate à pandemia.

“Se não diminuirmos o fluxo de pessoas, a estrutura hospitalar não será suficiente. Precisamos de um hiato a mais, um período para a gente aumentar o isolamento social para daqui 10 dias voltar [ a funcionar o comércio], até a gente atravessar equilibrando o número de casos com a nossa capacidade de atendimento”, afirmou.

O governador faz este discurso um dia após o número de pacientes mortos pela Covid-19 em Goiás aumentar em 34 durante um período de 24 horas. O balanço da Secretaria de Estado da Saúde (SES) fechado na tarde de quarta-feira (24) apontava mais de 18,9 mil infectados no total.

Em Goiânia, o balanço apontava mais de 5,8 mil casos confirmados na mesma data – um dia após a reabertura do comércio por decreto da prefeitura.

Caiado afirmou que foi o fechamento inicial de atividades não essenciais e o comprometimento real com o isolamento social que permitiram a Goiás chegar nos dias de hoje em situação menos grave do que outros estados.

Com base nisso, o governador quer saber quem apoiará novas medidas na tentativa de frear o avanço da contaminação.

“Nós fomos o estado que bloqueou e fez a quarentena na hora certa. Salvamos milhares de vidas. Reestruturamos a saúde no estado de Goiás. Estou convocando uma reunião para segunda-feira com todos os prefeitos, presidentes de poderes para saber quem realmente tem responsabilidade de auxiliar a diminuir o fluxo de contaminação ou simplesmente lavar as mãos e deixar acontecer”, afirmou.
Por Vanessa Martins, G1 Go

GO.RádioVitória#radiovitoriafm#radioemaparecida#radiogoiania#radionotiacias#radiodeaparecidadegoiania#adilsonpereira
#coronavirusgoias
#esportegoias
#musicasertaneja
#fiqueemcasa                                 #policiacivil
#policiamilitar
#prefeituradeaparecidadegoiania
#prefeituradeaparecida                  ...
Voltar


Tenha também o seu site. É grátis!