Menu


VITÓRIA 87FM

PM apreende 172 máquinas usadas em fraudes com cartões de crédito, em Goiânia..

29 NOV 2019
29 de Novembro de 2019
Na ocasião, uma pessoa, que estava com as 172 máquinas, foi presa pela corporação. Além das máquinas usadas em fraudes com cartões de crédito, o homem estava com 13 cartões clonados.A Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) apreendeu, na noite desta quinta-feira (28/11), 172 máquinas usadas em fraudes com cartões de crédito, em Goiânia.

Na ocasião, uma pessoa, que estava com as 172 máquinas, foi presa pela corporação. Além das máquinas usadas em fraudes com cartões de crédito, o homem estava com 13 cartões clonados.

De acordo com informações da Polícia Militar do Estado de Goiás, a apreensão aconteceu por meio da equipe da Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), que na ocasião apreendeu armas de fogo e 172 máquinas para transações financeiras usadas em fraudes com cartões de credito, em Goiânia.

Na noite deste quinta-feira (28/11), uma equipe de Rotam recebeu informação a respeito de um infrator que estava praticando fraudes com cartões de crédito, em Goiânia.

Além de 172 máquinas usadas em fraudes com cartões de crédito, homem foi pego com 13 cartões clonados
De acordo com informações da Polícia Militar do Estado de Goiás, a corporação, com as características do suspeito em mãos, iniciou as diligências.

Assim que os militares chegaram ao local informado, os policiais abordaram um homem e com ele aprenderam 172 máquinas de cartão de crédito, duas armas de fogo tipo carabina, no calibre 22.

Além disso, o abordado estava com 13 cartões de crédito clonados e um computador que estava sendo usado para clonar os cartões.


 
Após o registro da ocorrência, a corporação conduziu o acusado de estelionato à Central de Flagrantes de Goiânia.

Em outro caso, homem foi preso por fraude bancária com cartões, em Jataí
Em agosto deste anos, a Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) de Jataí, prendeu um homem acusado de fraude bancária com cartões de crédito.

De acordo com informações da corporação, o homem, identificado como Anderson Ramalho da Silva, já possui histórico criminal. Ele era considerado foragido da justiça desde que rompeu a tornozeleira que usava devido a um processo criminal por roubo a mão armada.

Com o preso foram encontradas diversas identidades falsas e cartões de crédito em nome de terceiros. Anderson movimentava grande quantidade em dinheiro por meio de compras online, ao utilizar máquinas de cartão de crédito.

Lilian Camargo DIARIO ONLINE....
Voltar


Tenha também o seu site. É grátis!