Menu


VITÓRIA 87FM

Vazamento de 'nudes' provoca saída do presidente da GCM de GoiâniaJosé Eulálio acusa o presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Romário Policarpo (Pros), de ter vazado as fotos íntimas....

08 OUT 2019
08 de Outubro de 2019
Após um escândalo de vazamento de ‘nudes’, que são fotos íntimas com teor explícito, o presidente (agora ex) da Agência da Guarda Civil Metropolitana de Goiânia (GCM), José Eulálio Vieira, deixou o cargo na última segunda-feira (7/10). Ele se reuniu com o prefeito Iris Rezende (MDB) ontem mesmo e entregou uma carta informando sua saída. Eulálio chegou a acusar o presidente da Câmara de Goiânia, Romário Policarpo (Patriota), de divulgadas as imagens que o retratam em cenas íntimas.

Assume agora, inteirinamente, Gilásio Athaíde Cavalcante Filho, chefe de gabinete do órgão. A polêmica do vazamento das fotos íntimas de José Eulálio, que provocaram sua saída, já chegou até a polícia. José Eulálio acusa Policarpo de ter divulgado as imagens com o fim de prejudicá-lo, e já registrou uma ocorrência por difamação contra o presidente da Câmara.

No registro feito na 20º Delegacia Distrital de Goiânia, o presidente substituído da GCM diz que Policarpo e Ronaldo Gonzaga, que preside o Sindicato dos Trabalhadores do Município de Goiâna, o Sindigoiânia, o difamam há meses e espalham fotos íntimas afirmando que ele as havia encaminhado a uma colega do trabalho. José Eulálio nega que tenha enviado as fotos, e diz que não sabe como elas vazaram.


 
Procurada pela reportagem do Dia Online antes da reunião que confirmou a saída de José Eulálio, a presidência da GCM disse que não ia se manifestar.

Presidente da Câmara nega qualquer relação com vazamento de nudes que provocaram saída do presidente da GCM
Em nota, a assessoria da Câmara Municipal disse que o presidente Policarpo e Ronaldo Gonzaga receberam com surpresa a notícia do registro da ocorrência, e que “não há quaisquer fatos ou elementos que liguem” ambos ao vazamento das fotos íntimas.

Veja abaixo:

“O presidente da Câmara de Goiânia, vereador Romário Policarpo, e o presidente do Sindicado dos Trabalhadores do Município de Goiânia (Sindigoiânia), Ronaldo Gonzaga dos Santos, receberam com absoluta surpresa a notícia sobre a ocorrência registrada pelo presidente da Guarda Civil Metropolitana, José Eulálio Vieira.

Romário Policarpo e Ronaldo Gonzaga sempre mantiveram postura de absoluta cordialidade e parceira institucional e profissional com o presidente da GCM, instituição a cujos quadros pertencem.

Não há quaisquer fatos ou elementos que liguem o presidente da Câmara de Goiânia e o presidente do Sindigoiânia ao alegado vazamento das imagens, o que restará comprovado na apresentação de suas defesas técnicas.”

Ton Paulo DIARIO ONLINE...
Voltar


Tenha também o seu site. É grátis!