Menu


VITÓRIA 87FM

Noivas e empresários se unem para decorar festa de jovem que levou ‘bolo’ de decoradora horas antes do casamento, em Goiânia...

07 SET 2019
07 de Setembro de 2019
Voluntários se mobilizaram para decorar a festa. Decoradora informou, por mensagem, no dia do casamento, que faliu e não conseguiria honrar o contrato.Noivas e decoradores se uniram em uma corrente do bem para realizar o sonho da festa de casamento de uma jovem que levou um “bolo” da decoradora poucas horas antes da cerimônia, em Goiânia. Na sexta-feira (6), a noiva Mariana Rodrigues Porto denunciou que a profissional que ela havia contratado para a decoração sumiu no dia do casamento e não atendeu mais as ligações.

Em uma mensagem pelo celular, a decoradora informou que faliu e que não conseguiria honrar o contrato.

A notícia do calote se espalhou e um grupo de voluntários decidiu se unir para decorar o local do casamento. Noivas que só conheceram Mariana pelas redes sociais fizeram questão de ajudar na montagem e limpeza.

“Algumas noivas do grupo se sensibilizaram, as que puderam vieram mais cedo para ajudar na organização, outras vieram após o trabalho, cada uma ajudando da forma que pode”, afirmou a funcionária pública Karina de Oliveira.
Noivos em cerimônia de casamento, em Goiânia — 

Decoradores da capital emprestaram cortinas, mesas, sofá, forração e móveis para a festa de casamento de Mariana. Muitos voluntários também ajudaram na montagem.

“O que aconteceu aqui foi uma corrente do bem, todo mundo se mobilizou”, disse a gerente do espaço de festas, Celina Aparecida Borges.

Casamento foi decorado por voluntários após calote de decoradora, em Goiânia — Foto: Reprodução/TV AnhangueraCasamento foi decorado por voluntários após calote de decoradora, em Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Casamento foi decorado por voluntários após calote de decoradora, em Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Denúncia
Mariana Rodrigues Porto recebeu a mensagem da decoradora na manhã do casamento e decidiu registrar o caso na Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor do Estado de Goiás (Decon), em Goiânia.

“O que me impressiona é ela falar que faliu e continuar fechando contratos, que inclusive fiquei sabendo que são mais de 50 contratos fechados só esse ano”, afirmou.

Segundo Mariana, ela conversou com a decoradora durante toda a tarde na véspera resolvendo detalhes do casamento e não disse que foi pega “de surpresa”.

“Estou destruída, né, porque era um sonho meu”, lamentou.
Decoradora envia mensagem falando que não tem dinheiro para honrar contratos, em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/TV AnhangueraDecoradora envia mensagem falando que não tem dinheiro para honrar contratos, em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Decoradora envia mensagem falando que não tem dinheiro para honrar contratos, em Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera


O G1 tentou contato com a Decorare Flores e Festas, empresa responsável pelo casamento, mas as ligações caíram direto na caixa postal e a mensagem enviada por aplicativo não foi respondida. A TV Anhanguera também tentou contato com a decoradora por telefone e pelas redes sociais, mas não obteve retorno.

A Polícia C
Por Lis Lopes e Patrícia Bringel, G1 GO e TV Anhanguera...
Voltar


Tenha também o seu site. É grátis!