Menu


VITÓRIA 87FM

Homem é morto após briga por ter urinado no muro da casa dos suspeitos, diz delegado...

04 AGO 2019
04 de Agosto de 2019
Pai e filho são suspeitos do assassinato que aconteceu na noite desta sexta, em Aparecida de Goiânia.Um homem foi morto a tiros após uma briga que, segundo a Polícia Civil, começou após ele urinar no muro da casa dos suspeitos do assassinato. O crime aconteceu no fim da noite desta sexta-feira (2) no bairro Independência, em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital.

De acordo com o delegado do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), Álvaro Melo, um morador da casa teria brigado com a vítima, identificada como Rafael Oliveira de Souza, de 25 anos, mas o suspeito de ter atirado é o filho dele.

O delegado disse que, por enquanto, não pode passar o nome dos suspeitos para não atrapalhar as investigações. Segundo ele, o homem que foi preso negou o crime ao ser localizado pela polícia. Ele passaria por audiência de custódia na tarde deste sábado.

Sem a identificação dele, o G1 não conseguiu saber se o suspeito permaneceu preso e nem localizar um possível defensor. O filho dele ainda não encontrado pela polícia.

“O homem estava em um bar que fica do lado da casa dos suspeitos e foi urinar no muro que fica ao lado. O morador viu e os dois começaram a discutir, a vítima ainda correu uns 100 metros, quando aconteceu a luta corporal”, falou o delegado.


Álvaro disse que as investigações apontam ainda que os dois homens caíram durante a briga em um lote baldio, onde teriam também trocado pedradas.

“Temos informações que o homem gritou para o filho pegar a arma. O filho dele chegou de moto com a arma, a vítima ainda tentou correr mais foi atingida por dois tiros nas costas”, afirmou o delegado, acrescentando que está investigando se os tiros foram disparados por ordem do que estava brigando.

Após o assassinato, um dos suspeitos fugiu e o que se envolveu diretamente na briga foi preso no Cais Colina Azul, onde recebia atendimento médico por ter ficado com um ferimento na cabeça provocado por uma pedrada.
Por Rodrigo Gonçalves, G1 GO

...
Voltar


Tenha também o seu site. É grátis!