Menu


VITÓRIA 87FM

Mulher de funcionário da Saneago que sumiu em rio diz que ele tinha medo de entrar na água com correnteza....

12 ABR 2019
12 de Abril de 2019
Corpo de Bombeiros retomou as buscas pelo servidor, em Goiânia. Companhia disse que fornece equipamentos de segurança, mas ele não usava colete salva-vidas no momento.A esposa do funcionário da Saneago que está desaparecido após pular no Rio Meia Ponte para escapar de um barco puxado pela correnteza disse que o marido tinha medo de entrar na água quando o fluxo estava muito forte. Ela disse que ainda espera encontrar o marido vivo. O Corpo de Bombeiros retomou as buscas pelo servidor na região do Setor São Domingos, em Goiânia.

“Ele sempre me falou que quando a intensidade da água estava muito forte, ele não entrava, não tinha coragem. Se ele entrou naquele rio, com aquela intensidade de água, eu quero saber quem foi que mandou. Ele entrou com medo”, contou.

Equipes estão percorrendo a pé e com mergulhadores o leito do rio na área onde aconteceu o acidente. As buscas devem se estender por cerca de 3 km. Flávio Leonel Moraes, de 36 anos, não usava colete salva-vidas na hora do acidente, segundo a Saneago. A empresa informou que oferece todos os equipamentos necessários, que o caso está sendo investigado e presta todo auxílio para a a família do servidor.

Leonice disse ainda que os materiais de trabalho do Flávio ficaram em casa, o que demonstra que ele não sabia que iria fazer medição em rio. Ela ficou sabendo do caso pelas notícias na televisão e conta que está muito aflita com a falta de notícias sobre o marido. "Eu tenho esperança ainda. Eu quero encontrar ele vivo", disse.



Segundo informações passadas aos militares, o funcionário desaparecido estava com mais um colega em um barco a remo fazendo a medição do nível do rio, quando foram arrastados em direção à barreira.

Ainda de acordo com o que foi relatado aos bombeiros pelo outro homem, para evitar serem sugados pelo grande volume de água, eles pularam no rio com a intenção de chegar à margem. Porém, só um conseguiu.

Colegas de trabalho contaram que viram Flávio descer pelo Rio do Meia Ponte. Eles relataram que chegaram a jogar um cabo para ajudá-lo, mas o homem não conseguiu segurar.

As buscas começaram já na tarde de quinta-feira (12) e foram retomadas nesta sexta-feira (13). O rio está 3 cm acima do nível de ontem. "A dificuldade hoje é bem maior porque o nível aumentou 3 centímetros, isso aumenta o fluxo da água. A visibilidade da água é muito turva, quase zero. Passou de 20 cm abaixo já não se enxerga nada. É um trabalho de busca tátil, eles vão tateando o solo e tentando encontrar", disse o tenente Alisson Oliveira.

Veja outras notícias da região no G1 Goiás.

Bombeiros fazem buscas por funcionário da Saneago que desapareceu no Rio Meia Ponte — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Por Vitor Santana, G1 GO
..........
Voltar


Tenha também o seu site. É grátis!