Menu


VITÓRIA 87FM

Vendedora golpeia ambulante com barra de ferro e leva pedrada na cabeça após discussão, em Goiânia...

11 MAR 2019
11 de Março de 2019
Confusão aconteceu na Região da 44. Caso é investigado pela Polícia Civil.A Polícia Civil investiga as circunstâncias de uma briga ocorrida entre ambulantes na Região da 44, no Setor Central de Goiânia. Imagens do circuito de segurança do local, que fica na rua 44 com a 69, mostram quando uma mulher, de 56 anos, agride um homem com uma barra de ferro (veja acima). Em seguida, ele joga uma pedra na cabeça dela, que cai.

A cena foi flagrada na tarde da terça-feira passada (5). Segundo a mulher relatou à Central de Flagrantes, a confusão começou após ela reclamar do som alto no carrinho de outro ambulante. Um segundo homem que estava no local discordou dela, e os dois discutiram. O G1 não conseguiu localizar os demais envolvidos na confusão.Ao G1, a mulher disse que foi xingada depois de pedir que o dono de um carrinho de bebidas abaixasse a música. Segundo a mulher, ela ficou nervosa por conta do que ouviu e resolveu tirar satisfação, pegando a barra de ferro da arara de roupas de uma loja para se defender.

O outro homem, de acordo com a mulher, que também atua como ambulante, estaria bebendo no local e foi até ela. O vídeo mostra o homem pegando uma pedra no chão. Os dois continuam discutindo e ela o acerta com a barra de ferro na cabeça.


A mulher se afasta e é atingida pela pedra na parte de trás da cabeça, caindo com o rosto no chão. Logo, pessoas a ajudam a levantar, enquanto outras repreendem o homem.

O caso foi registrado na Central de Flagrantes na quinta- feira (7) passada, mas já foi encaminhado para a 2ª Delegacia de Polícia, do Setor Urias Magalhães.

Segundo a ambulante, ela teve que ser hospitalizada e por isso só procurou a delegacia dois dias depois. Ela informou que passou por alguns exames no Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), que está com um coágulo na cabeça e ainda sente dores.

Ela também afirmou que passou por exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal de Goiânia.

Segundo a delegada titular da 2ª DP, Emília Gluck Podesta, o caso inicialmente foi registrado como lesão corporal. A polícia conseguiu identificar o autor da pedrada, que foi intimado a prestar depoimento na tarde desta segunda-feira (11).

“Vamos ouvir o que ele tem a dizer, porque a imagem mostra que ele também foi agredido. Mas o inquérito pode virar tentativa de homicídio por conta da gravidade da pedrada. Ainda vamos aguardar o resultado dos exames para avançar nas investigações”, afirmou a delegada.

Por Rodrigo Gonçalves, G1 GO.....
Voltar


Tenha também o seu site. É grátis!