Menu


VITÓRIA 87FM

Família denuncia que idoso recebeu remédio para emagrecer no lugar de medicação contra câncer, em Goiânia....

06 MAR 2019
06 de Março de 2019
to, que custa até R$ 18 mil. Parentes denunciaram caso à polícia. Secretaria de Saúde afirma que vai ajudar nas investigações.A família do aposentado Ítalo Mancinelli denuncia que uma caixa de medicamento usado no tratamento de câncer de próstata, que ele recebe da Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO), veio com medicamentos para emagrecer. Uma ocorrência foi registrada na polícia para investigar o caso, ocorrido em Goiânia.

A SES-GO, responsável pela Central Estadual de Medicamentos de Alto Custo Juarez Barbosa, que fornece o produto, disse que já notificou o laboratório e vai contribuir com as investigações (leia a íntegra ao final do texto).

De acordo com a administradora Michelly Mancinelli Gonçalves, filha do idoso, há seis meses, eles entraram na Justiça e conseguiram obter o medicamento - Zytiga Acetato de Abiraterona - via rede pública. Cada caixa chega a custar até R$ 18 mil.

Porém, a última, retirada em 18 de janeiro último, ao invés dos 120 comprimidos, havia dentro da caixa um fraco com um rótulo remetendo a um produto para emagrecer e um líquido escuro em seu interior.

O remédio é de uso diário, mas a administradora explica porque a caixa só foi aberta mais de um mês após ser obtida.

"Ele ficou internado. Então ele ficou um período de pouco mais de 30 dias sem tomar o medicamento", destaca.

Revolta
A situação deixou a família revoltada. Uma ocorrência foi registrada na polícia. O medicamento foi entregue à corporação para ser analisado.

"O que eu espero, que isso não aconteça mais, para que ninguém seja prejudicado como meu pai está sendo neste momento”, diz Michelly.

Esposa do aposentado, a dona de casa Luzia Melo lamentou o fato de o marido não estar tomando um remédio tão importante por conta de um erro.

Família denuncia que idoso com câncer recebeu caixa de medicamento do poder público com remédio para emagrecer Goiás — Foto: TV Anhanguera/Reprodução Família denuncia que idoso com câncer recebeu caixa de medicamento do poder público com remédio para emagrecer Goiás — Foto: TV Anhanguera/Reprodução
Família denuncia que idoso com câncer recebeu caixa de medicamento do poder público com remédio para emagrecer Goiás — Foto: TV Anhanguera/Reprodução


"Não tem lógica você não embalar um produto falso, uma coisa falsa no lugar de um medicamento de tanta necessidade como ele tem por ele”, desabafa.

O idoso já fez algumas cirurgias no semestre passado para combater a metástase, quando a doença se espalha por outras partes do corpo.

A família disse que ainda não procurou a Central de Medicamentos porque abriu a caixa com problemas no último sábado de carnaval e que agora o produto está com a polícia. Também afirmou que já pediu um novo frasco, mas foi informada, em 20 de fevereiro, que o mesmo estava em falta.

Sobre a questão, a SES-GO informou à TV Anhanguera que o remédio está em fase de compra.

Nota da SES-GO:
A Central Estadual de Medicamentos de Alto Custo Juarez Barbosa (CEMAC Juarez Barbosa) informa que nunca ocorreu um fato parecido. Quando ocorre algum desvio de qualidade na produção do medicamento o primeiro procedimento a ser adotado pelo paciente é procurar imediatamente a unidade para reportar o caso ao programa de farmacovigilância do laboratório produtor. Informa ainda que em nenhum momento foi procurada pelos familiares para relato da queixa. Os medicamentos chegam lacrados e quem deve deslacrá-los é o paciente. Todos os produtos possuem laudo de qualidade. O laboratório responsável pelo remédio já foi notificado e a partir do lote do produto será possível rastrear o trajeto feito pela medicação. Por fim, a CEMAC informa que faz questão de contribuir com a Polícia Civil para que investigue o caso e identifique onde houve o desvio.
Por Sílvio Túlio, G1 GO......
Voltar


Tenha também o seu site. É grátis!