Menu


VITÓRIA 87FM

SSP retira 200 policiais de funções administrativas e reforça efetivo nas ruas da Grande Goiânia...

11 JAN 2019
11 de Janeiro de 2019
Secretário divulgou mudança durante lançamento de operação que reúne 180 militares da Rotam e do Giro.O secretário de Segurança Pública (SSP), Rodney Miranda, disse nesta sexta-feira (11) que já retirou 200 policiais de funções administrativas para reforçar o efetivo nas ruas da Grande Goiânia. De acordo com ele, esta é uma das medidas tomadas de imediato para aumentar a segurança dos goianos.

“Já tiramos 200 policiais de funções administrativas e colocamos nas ruas. A meta inicial que queremos é atingir 500 policiais. Também já estamos negociando para que as câmeras de monitoramento voltem a funcionar enquanto parcelamos a dívida que foi deixada, que é de R$ 4 milhões”, afirmou Miranda.

A medida tinha sido anunciada durante a posse do novo comandante-geral da Polícia Militar, coronel Renato Brum, em 3 de dezembro. Seis dias depois, na mesa-redonda realizada pelo G1 e pela TV Anhanguera, o policial declarou que já tinha começado a colocar os policiais nas ruas.

Operação contra roubos
O balanço do número de policiais que foram retirados das funções administrativas foi dado durante o lançamento de uma operação da Polícia Militar de combate ao roubo de veículos e em comércios, na tarde desta sexta-feira. Em 2018, dados da SSP apontam que Goiás registrou 64 mil roubos.

De acordo com o secretário, ações policiais serão frequentes. “Serão em dias alternados, horários variados e pontos diferentes. O objetivo é trazer tranquilidade para a população”, afirmou o secretário Rodney Miranda.

Participam da operação 180 integrantes das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) e do Grupamento de Intervenções Rápidas Ostensivas (Giro). Eles estão divididos em 35 carros e motos.

“A ordem é ter polícia nas ruas. Vamos priorizar o combate ao roubo de veículos e de estabelecimentos comerciais, que são aqueles que deixam a população acuada”, disse o coronel Renato Brum, comandante-geral da PM.
Mortes durante operação
Apesar de a operação ter sido lançada por volta das 14h, as ações começaram nesta manhã. Por volta das 11h, três homens foram mortos durante confronto com equipes da Rotam.


De acordo com a assessoria de imprensa, os policiais localizaram uma caminhonte roubada e ordenaram que o motorista parasse, o que não ocorreu. Conforme a corporação, os militares iniciaram uma perseguição e, no setor Parque dos Buritis, os indivíduos entraram com o veículo na garagem de uma casa e começaram a fugir das equipes pulando muros.

A assessoria informou ainda que, nesse momento, os suspeitos atiraram contra os policiais, que revidaram. Os três homens baleados morreram no local.


Por Vitor Santana e Paula Resende, G1 GO.....
Voltar


Tenha também o seu site. É grátis!