Menu


VITÓRIA 87FM

Mãe de jovem desaparecido há 14 dias afirma que recebeu ligação dizendo que filho está morto: ‘Não perdi minha fé’....

04 JUL 2018
04 de Julho de 2018
Mulher diz que ‘até que se prove o contrário’, acredita que Douglas José da Silva, 18, está bem. Polícia Civil diz que tem novidades, mas não divulgou detalhes, em Aparecida de Goiânia.
Por Murillo Velasco, G1 GO,Mãe sofre há duas semanas sem notícias do filho, que está desaparecido,A mãe de Douglas José da Silva, de 18 anos, desaparecido há duas semanas, afirma que recebeu uma ligação anônima dizendo que o filho havia sido morto e estava enterrado na Serra das Areias, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. Segundo a Polícia Civil, as investigações estão em andamento, mas nada pode ser divulgado para não prejudicar a apuração.

A auxiliar de serviços gerais Josiane Andrade da Silva contou que na terça-feira (3) foi o dia do aniversário de Douglas. Ela disse que, apesar da ligação anônima recebida, acredita que o filho está vivo.

“Ave Maria. É o dia mais difícil da minha vida. Mais difícil mesmo. Não perdi minha fé. Até que prove o contrário meu coração diz que ele está bem", desabafou.
O delegado Henrique Berocan, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Aparecida de Goiânia, responsável pelas investigações, informou à TV Anhanguera que a Polícia Civil fez buscas, tem novidades, mas ainda não pode se pronunciar sobre o caso.

Douglas José da Silva, de 17 anos, está desaparecido desde 21 de junho de 2018 Aparecida de Goiânia Goiás (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal) Douglas José da Silva, de 17 anos, está desaparecido desde 21 de junho de 2018 Aparecida de Goiânia Goiás (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)
Douglas José da Silva, de 17 anos, está desaparecido desde 21 de junho de 2018 Aparecida de Goiânia Goiás (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)
Desaparecimento
Douglas desapareceu no último dia 20 de junho, em Aparecida de Goiânia. Segundo a mãe, que mora em Brasília, o jovem mora sozinho na cidade. Ela conta que recebeu uma ligação de uma vizinha dizendo que aporta da casa de Douglas estava aberta e que o adolescente não estava lá.


Sem conseguir contato com o filho, ela foi até Aparecida de Goiânia e, quando chegou na casa de Douglas, encontrou marcas de sangue e objetos de vidro quebrados.

“Eu tinha falado com ele por mensagem às 10h do mesmo dia, mas depois ele parou de responder. Alguns amigos dele contaram que também esperaram ele para almoçar, mas ele não foi”, relatou.

Segundo Josiane, crianças que estavam brincando na rua contaram que viram um carro cinza entrar na casa e sair em seguida, mas não sabem se Douglas estava dentro do veículo ou não.

Um amigo do desaparecido, que não quis se identificar, disse à TV Anhanguera que Douglas presenciou uma troca de tiros em que duas pessoas morreram, há cerca de um mês, em uma distribuidora de bebidas. Desde então, segundo ele, Douglas teria começado a receber ameaças por meio de mensagens.....
Voltar


Tenha você também a sua rádio