Menu


VITÓRIA 87FM

CEI da Saúde convoca ex-governador Marconi Perillo para prestar depoimento....

16 ABR 2018
16 de Abril de 2018
De acordo com os vereadores, o ex-governador precisa explicar o baixo investimento em Saúde nos seus últimos governos, o que teria sobrecarregado o atendimento na capital.A Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga irregularidades na Saúde em Goiânia convocou, em reunião realizada nesta segunda-feira (16), o ex-governador Marconi Perillo para depor na manhã da próxima sexta-feira (20), na Sala das Comissões da Câmara. O pedido foi feito pelo vereador Paulo Daher (DEM) e aprovado por unanimidade.

Segundo o vereador, o ex-governador precisa explicar o baixo investimento em Saúde nos seus últimos governos, o que teria sobrecarregado o atendimento na capital. “Goiânia hoje tem cadastradas no Sistema Único de Saúde (SUS) cerca de 4,5 milhões de pessoas, mas a cidade só tem 1,4 milhão de habitantes. Essas pessoas não conseguem atendimento onde moram e vêm para Goiânia, declarando-se moradores da capital e, assim, a saúde municipal não recebe do município de origem”, explica Paulo Daher.

De acordo com dados levantados pelo vereador, em 2017, foram feitos mais de 1,7 milhão de atendimentos nas unidades da secretaria municipal de Saúde. Foram 145 mil internações, sendo que metade delas de pacientes do interior, e 13,5 mil internações em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), com 60% delas de pessoas vindas de outros municípios goianos. Paulo Daher afirma que questionará o ex-governador Marconi Perillo sobre o motivo de não ter investido o mínimo constitucional na Saúde, que seria de 12%.

Requerimentos

O vereador Jorge Kajuru (PRP) também apresentou requerimento pedindo explicações à secretária municipal de Saúde, Fátima Mrué, sobre nota enviada pelo Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Goiás (Cosems), questionando afirmações feitas por Fátima em seu último depoimento. A secretária reclamou da quantidade de pacientes do interior do Estado que buscam atendimento na capital, sem que as prefeituras repassem o valor dos procedimentos. A presidente do Cosems, Gercilene Ferreira, apresentou números rebatendo os dados de Fátima Mrué.

A CEI aprovou, ainda, requerimentos de autoria da vereadora Cristina Lopes (PSDB), solicitando uma visita ao Cosems e o envio, por parte dele, da lista de serviços incluídos na pactuação das secretarias de Saúde do interior com a capital.

Com informações da Câmara Municipal de Goiânia.....
Voltar


Tenha você também a sua rádio