Menu


VITÓRIA 87FM

Ex-namorado é suspeito de matar e abusar de corpos de mulher e filhos dela....

12 MAR 2018
12 de Março de 2018
Há indícios de que os corpos tenham sido violentados sexualmente, segundo o delegado: havia material biológico de outra pessoa nos corpos,Uma mulher de 32 anos e o casal de filhos dela, de 4 e 6, foram mortos na residência em que viviam. O fato aconteceu em Água Lindas, no entorno do Distrito Federal, na madrugada desta sexta-feira (9). Segundo informações da Polícia Civil, os corpos foram encontrados dois dias depois, mesma ocasião em que o suspeito do crime, ex-namorado da vítima foi preso preventivamente.

Delegado responsável pelas investigações, Cléber Martins explicou que Suzete dos Santos Miranda não respondia mensagens e nem atendia ligações desde quinta-feira. Isso levantou suspeitas da irmã e do cunhado. O rapaz, preocupado, esteve na casa da cunhada ontem e encontrou os corpos, já com forte cheiro.

Conforme a irmã de Suzete em seu depoimento, a vítima foi vista na quinta-feira, por volta das 23 horas, com o suspeito do crime, que trabalha em um restaurante em Brasília. “Ele teria saído com a mulher e as crianças e foi deixá-los em casa. Os dois já namoraram e Suzete não queria reatar o relacionamento. Mesmo já tendo outra companheira, o rapaz insistiu. Em seu depoimento ele disse ter ficado na casa até a meia noite, mas nega ter cometido o crime”, explica o delegado.

Segundo Cléber, na análise da cena do crime, o perito suspeitou de que tenha havido agressão sexual devido a posição em que os corpos estavam e por causa de lesões identificadas nas partes íntimas da mãe, da filha de 4 anos e do filho de 6. No entanto, o delegado explica que essa hipótese só será provada após laudos médicos dos cadáveres e do suspeito que já esteve no Instituto Médico Legal (IML).

O delegado conta que em seu depoimento, o suspeito entrou em contradições e negou ter cometido o crime. “A prisão preventiva é importante para que a gente possa dar continuidade às investigações, mas não é possível afirmar nada. Não sabemos o que teria motivado o crime”, alega.

Cléber deve continuar com as investigações e ouvir outras testemunhas nos próximos dias, incluindo o pai das crianças que ainda não foi identificado devido ao choque da notícia. Além disso, o delegado aguarda a conclusão dos laudos médicos e periciais.Do Mais Goiás |          .....
Voltar


Tenha você também a sua rádio